sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Destinatário: Amiga Érica.


Poderia responder-te com versinhos e entrechos o que é um amigo, mas tu bem o sabes. Ora, se isso não fosse verdade, poderia dizer-te que finjes bem esse dom da boa-fé, do companheirismo e da sensatez. Consideraria de muito bom gosto tal escolha em manejar uma amizade com tanto cuidado e carinho. Mas sem futuro do pretérito. Tu és, de fato, boa nisso. Sem falar que, junto a essas projeções, teus pormenores são mais amenos ainda. O modo delicado como tu delineas tuas próximas palavras, a maneira como tu moldas teus instintos e os impele à realidade. Tens, com muita moderação, um diadema - sim - adornado com gardênias e revestido de ouro, pois tua graciosidade e jeito sublime te fazem dignas de tal fidalguia. E, ainda que numa vida tortuosa e oblíqua, tu "tiras de letra" as maldizências e, como mulher crescida que és, ris de soslaio e ergue a cabeça sutilmente. Destarte, assumas que isso é ser amigo: dar o melhor de si, ser exemplo e lutar com o outro no bom combate. A demagogia é abominável.
Isso é o que tu deixas nítido e transpareces até nas atitudes mais singelas. Mas, enfim, queria deixar-te claro que nada, nem ninguém podem contrariar tuas aptidões e a vocação que a vida te premiaste. Haja o que houver, o tempo foi fiel contigo e te trouxe, depois de muitos ensaios, uma novela digna de admiração e de ser assistida. Talvez tu penses que as provas que passaste feriram tua consistência e rasgaram teu juízo; e tentes me convencer de que teus propósitos são mais cruéis que dantes... e que, só tu podes compreender a dimensão de tuas dores e sufocos.
Perdi até o fio da meada. Desculpe, costumo ser prolixa - tu me conheces. O que queria dizer mesmo é que, de todas as formas, e de todos os ângulos, posso ter em ti segurança e uma força singular. Como se eu pudesse sorver tua essência e, então, ser alguém mais forte e melhor. De tudo o mais, tu és- de maneira positiva - uma inspiração para mim. E espero que sejas para todos os que tiverem a delícia de provar do teu encanto. Termino aqui meu ócio criativo. Eu te amo.

Um comentário:

Érica disse...

bom...sem palavras para agradecer tamanho carinho que senti ao ler este texto...nem sei se sou merecedora de tal homenagem porem quero apenas agradecer e te dizer q a palavra que a descreve é que vc é ADMIRAVEL!!!!!!!!!

bjos e continue sendo essa pessoa maravilhosa!!!

Postar um comentário